Juros Abusivos. Empresas fazem revisão e ajudam a diminuir valor de parcelas de contrato.

Anúncios

 É importante que o consumidor coloque na ponta do lápis o valor final que vai pagar em seu financiamento. É preciso ter conhecimento da real situação em que se encontra. Muitas vezes por ter realizado o contrato a prolongado tempo, fica a falsa impressão de que o valor das parcelas é baixo, porém no momento em que na verdade são capazes de ter sido incluídas muitas cláusulas irregulares no contrato e o valor final ser um grande absurdo.

Antes de mais nada é fundamental entender o que são juros abusivos. No momento em que a tarifa aplicada em um contrato bancário for superior à tarifa média de mercado apurada pelo Banco Central na época em que foi efetuado o contrato, ela já pode ser declarada ou não abusiva.

Devido a cobranças de juros abusivos juntamente com mais elementos, a tarifa de inadimplentes apenas só aumenta. Pesquisas do órgão Serasa Experian afirmam que o número de inadimplentes inclusive bateu recorde atingindo 61,8 milhões de brasileiros com dívidas atrasadas. Sendo 40,3% da população. É o maior patamar registrado na história.

Anúncios

Além disso, há outras muitas tarifas que na grande maior parte dos casos é embutida nos contratos, que também são capazes de ser ilegais por serem consideradas venda casada. Venda casada é a introdução de serviços paralelos agregados ao serviço essencial sem a solicitação do consumidor.

No momento de realizar o financiamento, ao perguntar sobre essas tarifas, o vendedor ou o credor diz que sem essas tarifas não será capaz de realizar o financiamento. Como se fosse uma venda “forçada”. Porém, o Código de Defesa do Consumidor em seu Artigo 39 é bem enfática quanto a proibição de venda casada. O Banco Central em sua resolução 2892/01 Artigo 17 inclusive proíbe essa prática. Ao passo que tais tarifas são embutidas de maneira irregular nos contratos, o saldo devedor pode aumentar e bastante, uma vez que essas tarifas também serão financiadas. Ou seja, serão acarretados juros em cima das tarifas financiadas, fazendo uma grande diferença no valor final das parcelas, aumentando o custo do consumidor e o lucro dos bancos.

Também mais, algumas pesquisas já demonstraram que os juros bancários se tornaram o maior gasto do brasileiro. Dessa forma os gastos são maiores até mesmo que com refeição fora de casa.

São bilhões de reais gastos com juros bancários. Dessa forma, as modalidades de contratos mais comuns que são embutidos juros abusivos são de veículo, caminhões, motos, empréstimos, máquinas agrícolas e cartões de crédito.

Todos os consumidores possuem o direito de pedir a revisão de juros de seus contratos. Cada uma possui sua tarifa média e procedimentos específicos, sendo preciso avaliar cada caso de maneira única e personalizada. Por esta razão a ajuda da empresa é indispensável.

 

Anúncios

Saiba mais e conheça as opções de empresas que fazem revisão de juros abusivos. CLIQUE AQUI.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/jornalmensal/www/wp-includes/functions.php on line 5107

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/jornalmensal/www/wp-includes/functions.php on line 5107

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/jornalmensal/www/wp-content/plugins/really-simple-ssl/class-mixed-content-fixer.php on line 110