Está pensando em adquirir um imóvel, mas ainda não save e não decidiu como? Quer sair do aluguel, mas está com receio de fazer um mau negócio? Sonha em abrir o seu negócio, mas não tem um espaço ideal para você?

Hoje em dia muitas pessoas ainda tem receio de participar de uma leilão de imóveis, mas posso te afirmar que ficou muito mais fácil e seguro adquirir um imóvel de Leilão com preços muito abaixo do que os imóveis vendidos por ai.

Então a solução para os seus problemas definitivamente é o leilão, uma maneira ótima de fazer bons negócios e realizar seus sonhos.

É possível encontrar diversos tipos de casas, apartamentos, terrenos e até prédios comerciais. O melhor de tudo isso, em geral, os preços são muito menores quando comparados com os oferecidos no mercado imobiliário. Ou seja, as vantagens são inúmeras e você só tem a ganhar com isso.

Como funciona um leilão de imóveis

Uma das modalidades de leilão mais conhecidas é a de motos e carros. No entanto, o leilão de imóveis também é muito comum. É possível participar dos leilões, tanto online pelo site quanto presencialmente. Na opção online, é preciso fazer um cadastro rápido em um site especializado, existem vários no mercado que são seguros, e escolher o leilão que atende suas necessidades. Já na presencial, os interessados devem ir em um auditório para fazer as ofertas para arrematar o bem em questão.

Porém, assim como qualquer tipo de leilão ou negócio, é muito importante conhecer como um leilão de imóveis como funciona antes de dar aquela última oferta.

Para te auxiliar nessa busca, nós preparamos um guia completo de como funciona um leilão de imóveis, com informações especiais para se dar bem e acertar no lance final. Afinal, ninguém gosta de fazer um mau negócio e sair pedendo.

Entenda os tipos de leilão de imóveis

O leilão de imóveis nada mais é do que uma venda pública onde os interessados fazem lances em lotes (Imóveis) até que a oferta mais interessante vença, ou seja a oferta maior. No caso de imóveis, existem dois tipos de leilão que são os mais comuns: o judicial e o extrajudicial.

Conhecer as suas diferenças é importante para garantir  segurança ao seu dinheiro e, é claro, que faça um bom negócio.

No caso de imóveis para leilão judicial, o imóvel geralmente é leiloado pois o proprietário necessita realizar a quitação de alguma dívida. Isso significa que a sua origem é por meio de um processo judicial.

Já no caso do extrajudicial o imóvel pode ser leiloado por diversas agentes, como a alienação fiduciária. Isso indica que o imóvel não foi pago em seu financiamento e é levado a leilão, neste caso podemos falar que foi por falta de pagamento bancário.

O leilão de imóvel de forma presencial, é quando os interessados se reúnem para dar lances em um mesmo lugar, cada um ofertando o seu valor, já no modo online, onde os lances são feitos via internet e a distância.Nos dois casos, a leiloeira oferece as melhores condições para quem deseja adquirir um imóvel novo.

Como participar de um leilão de imóveis

Depois de realizar algumas etapas, como visitar  imóvel, ou até mesmo ver todas as informações disponíveis na internet no site online, este é o momento de participar do leilão e dar o seu lance.

Caso o leilão de imóveis seja realizado em algum luga pre-estabelecido, basta comparecer ao locar no horário marcado com os documentos pessoais em mãos. Já nas disputas online, existe a necessidade de um cadastro previamente no site do leilão.

Todos os imóveis que serão leiloados ficam descritos em um edital, que deve ser lido com extrema atenção. Muitas informações são escritas ali, como informações básicas no bem, localização, tamanho e também é possível saber dados do proprietário e condições do local.

Se você quiser optar por um leilão online, hoje a maioria já ocorre dessa forma, o sistema irá mostrar os lotes que estão disponíveis e serão leiloados, e lá estarão o lances de outros participantes.

Após o lance aceito,  existe a necessidade de passar por alguns processos até que o negócio seja concretizado. Lembre-se o lance deve ser igual ou superior ao lance mínimo estabelecido no edital do leilão.

Dê um lance no imóvel!

Agora que já ficou claro como funciona o leilão de imóveis, basta simplesmente procurar as oportunidades disponíveis para fazer o seu lance como vencedor.

Antes de entrar no negócio é indicado o participante realizar uma pesquisa sobre o leilão, existem muitos sites oficiais e seguros para participar. Verifique também se o imóvel possui alguma dívida, ou algum tipo de avaria.

Como se trata de uma venda pública, o leilão de imóveis pode atrair todo o tipo de interessado. Já tenha me mente qual será o seu lance, e caso ultrapasse muito o valor desejado aguarde, surgirão outras oportunidades.

Lembre-se que é necessário pagar uma taxa de comissão de 5% ao trabalho do leiloeiro, neste caso é o profissional que está intermediando o leilão.

Agora que você já sabe como funciona um leilão de imóveis e as melhores já tem as melhores dicas para entrar em um bom negócio, está na hora de fazer um lance.

Segue abaixo um site especializado caso queira conferir algum imóvel na sua região, clique aqui.