Plano Safra 2020/2021 entra em vigor nesta quarta; veja taxas de juros e volume!

Anúncios

A partir desta quarta-feira, 1º, entre em vigor o novo Plano Safra 2020/2021. De acordo com o Ministério da Agricultura, os produtores rurais já podem acessar os recursos para financiamento nos bancos que operam com crédito rural e nas cooperativas de crédito. Neste ciclo, o governo federal disponibilizou R$ 236,3 bilhões para apoiar a produção agropecuária nacional, alta de 6,1% (mais R$ 13,5 bilhões) em relação à safra anterior.

“O recurso, anunciado no lançamento do Plano Safra, há duas semanas, contribuirá para garantir a continuidade da produção no campo e o abastecimento de alimentos no país durante e após a pandemia do novo coronavírus”, disse a pasta.

 

Recursos para financiamento

Do total programado de R$ 236,3 bilhões do Plano Safra, R$ 179,38 bilhões estão destinados para custeio, comercialização e industrialização e R$ 56,92 bilhões para investimentos.

Anúncios

Para o seguro rural de 2021 o governo disponibilizou R$ 1,3 bilhão. O valor deve possibilitar a contratação de 298 mil apólices, num montante segurado da ordem de R$ 52 bilhões e cobertura de 21 milhões de hectares. O orçamento para as lavouras de café conta com R$ 5,7 bilhões.

Pronaf

Os pequenos produtores rurais terão R$ 33 bilhões para financiamento pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com juros de 2,75% e 4% ao ano, para custeio e comercialização.

Pronamp

Para os médios produtores, serão destinados R$ 33,1 bilhões, por meio do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), com taxas de juros de 5% ao ano (custeio e comercialização).

Grandes produtores e cooperativas

Nos financiamentos para grandes produtores, a taxa anual de juros será de 6% para custeio e de 7% para investimento. Outro setor beneficiado será o da pesca comercial, que terá maior acesso ao crédito rural. Desta forma, a atividade poderá financiar a compra de equipamentos e infraestrutura para processamento, armazenamento e transporte de pescado.

As informações do Plano Safra 2020-2021 estão consolidadas no Manual de Crédito Rural.

Sicredi

Para reforçar sua forte atuação junto ao agronegócio brasileiro, consolidando a posição entre os principais financiadores do setor, o Sicredi irá disponibilizar mais de R$ 22,9 bilhões em crédito rural no Plano Safra 2020/2021.

Anúncios

Isso representa um aumento de 10% em relação ao ano-safra anterior. A projeção é que os recursos sejam disponibilizados para aproximadamente 227 mil operações.

Desse total, a expectativa da instituição financeira cooperativa, que reúne mais de 4,5 milhões de associados, é disponibilizar R$ 10,4 bilhões para operações de custeio, comercialização, industrialização e investimento, R$ 5,2 bilhões via Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp). E R$ 4,3 bilhões via Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), além de R$ 3 bilhões com recursos direcionados, oriundos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

 

Baixe o APP e solicite seu Cartão 💳
✔ Sem Anuidade ✔ Aceita Negativados; ✔ Sem Consulta SPC/Serasa;

Clique no botão abaixo baixe o APP e realize seu CADASTRO

SEM CUSTO E ANUIDADE – CONTA DIGITAL  PAN

Deixe seu E-mail

Entraremos em contato!