Com a cenário atual do brasileiro, são vários os motivos que levam as pessoas a não honrar um compromisso financeiro. Independentemente deles, ficar com nome restrito é uma situação que coloca as pessoas diante de cobranças constantes. Pior, com dificuldade de se obter crédito na praça. Até o financiamento de carro para negativado é mais difícil.

Por esse motivo, preparamos este artigo que tira todas as dúvidas para quem quer financiar um carro e está com restrições no CPF.

Nele, explicamos como tentar um financiamento, de que modo as suas dívidas podem ser renegociadas e a importância de se fazer um bom planejamento e controle financeiro.

 

Como retirar as restrições do CPF?

A melhor solução para que você consiga financiar o carro em seu nome é retirando as restrições do CPF. Por mais alto que seja o valor, entre em contato com a empresa que cadastrou o seu nome nas agências de proteção ao crédito e proponha um parcelamento. O pagamento da primeira parcela já será suficiente para que o seu nome fique limpo.

Algumas empresas afirmam que a retirada do seu CPF das agências que protegem o crédito só poderá ocorrer depois que a dívida estiver totalmente quitada. Saiba que isso é uma inverdade, pois, por lei, elas têm até 5 dias úteis após o pagamento da entrada para retirar a acusação de dívida atrelada ao seu CPF do SPC e Serasa.

Por que é importante renegociar as dívidas?

Quando ocorre o descontrole financeiro e surgem as dívidas, fica difícil encontrar uma solução. Independentemente do motivo que o levou a não honrar com os seus compromissos financeiros, é muito importante chamar os credores para que possam renegociar os valores devidos. Assim como você, eles também querem resolver a situação.

Uma das vantagens de tomar essa atitude é que você passa a pagar menos juros, pois a dívida para de crescer. O credor também pode oferecer um bom desconto para o pagamento à vista. Isso permite reorganizar o seu planejamento financeiro para ficar com tudo em dia e o CPF livre de restrições.